domingo, 28 de novembro de 2010

Au Pair - Kit Basico de Sobrevivencia

O kit de sobrevivencia da Au Pair consiste em 3 objetos: celular, carro e GPS. Acreditem, isso pode ajudar muito a segurar a barra quando se esta longe da familia, dos amigos e nao esta a fim de ficar em casa aturando mau humor de hosts. Falo isso por exeperiencia propria.

Quando cheguei, ganhei da minha family um celular com ligacao ilimitada aqui nos EUA e 1000 mensagens por mes. Alias, aqui mensagens de celular sao usadas quase como MSN. Alem disso, descobri um esquema para fazer e receber ligacao do Brasil com preco de ligacao local. Ou seja, minha familia, amigos e namorado podem ligar no meu celular daqui pagando preco de ligacao local do Brasil. Isso eh realmente muuuito interessante. Comprei 1000 minutos de ligacao por $29.99. A empresa eh a 012 Global. Eh soh acessar o link pra ter mais informacoes.

Sobre carro e GPS... acho que nao preciso entrar muito em datalhes, nao eh? Nao sao todas as familias que cedem um carro para a Au Pair fora do horario de trabalho. Eu tive sorte de ter um carro soh pra mim. Quando bate homesick, ta a fim de ir pra casa de uma amiga ou simplesmente esta com vontade de ficar sozinha, nada como ter a liberdade de sumir! Mesmo que voce nao tenha pra onde ir, soh dirigir numa freeway escutando musica alta ja desestressa. Pelo menos funciona comigo. Ah, e sem o GPS, me perco na primeira esquina.

Minha noite de sabado terminou num restaurantezinho 24h, tipo desses que vemos em filmes. Minhas amigas foram pra balada e eu nao estava a fim. Fui pro tal restaurante, pedi um big waffle com uma xicara de cafe e fiquei curtindo a minha solidao. Juro que tava me sentindo uma mocinha de filme comedia romantica agua com acucar. Ate tirei uma foto com o celular, mas descobri que nao tenho cabo USB pra passar pro PC. rs

Alias, ser auto-suficiente tambem faz parte da sobrevivencia longe de casa. Nem sempre voce vai ter alguem pra conversar e passar o tempo. Entao, ser uma boa companhia pra si mesmo ajuda.

Esse foi um post com um toque de desabafo. Meu dia nao foi facil hoje...

See you!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Food... eu!


Uma das minhas maiores preocupacoes antes de vir para os Estados Unidos era sobre a minha alimentacao. Sempre fui cuidadosa com isso e gosto de comida saudavel. Como todos sabem, a fama da comida americana nao eh das melhores. Perdi uns 4 quilos nos primeiros dias aqui. Na semana de treinamento passava longas horas sem comer. E quando comia, era pouco, por nao gostar de nada.


Eis que venho para a casa da minha family. Comida a vontade. Beleza! Soh que tem um porem: minha host eh de origem indiana. Alguem conhece comida indiana? Intragavel! Pura pimenta. Nao posso nem sentir o cheiro, mas como um pouco por educacao. Antes um fat McDonalds do que essa indiana.


Ainda nao tomei a liberdade de cozinhar as comidas que gosto, entao estou me virando com pastas, congelados, brocolis, omelete e frutas. Isso mesmo: frutas! Para a minha alegria, existe comida saudavel na terra do tio San, sim! E nao eh nada absurdamente caro. Mas, como banana e uva nao substituem um prato de feijao, acabo nunca estando saciada e como varias vezes por dia. Nem lembro mais do gosto de um bom churrasco. Alias, a ultima vez que comi carne vermelha foi num lanche do Burger King. Odeio fast food, mas as vezes eh um mal necessario.


Outra coisa que me salva eh comida japonesa. Aqui na minha cidade tem uma loja de produtos naturais chamada Trader Joe's. As vezes passo lah e compro umas bandejas de sushi. Eu adoro! Acho que vou parar por aqui. Ta me dando fome.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Identidade


"Perdi minha identidade. Agora sou apenas Au Pair." Coloquei essa frase no meu perfil por brincadeira. Mas como toda brincadeira, ela tem um fundo de verdade.

Au Pair eh a minha principal identificacao aqui. Quando alguem me pergunta o que eu sou, a resposta eh: Au Pair. Quando alguem questiona o que eu faco: sou Au Pair. A identidade aqui nos Estados Unidos vai sempre estar vinculada a funcao que se esta desempenhando.

Outra questao que interfere na identidade eh o idioma. A lingua faz parte da nossa cultura, da nossa essencia. A partir da hora que voce precisa usar outro idioma para se comunicar, voce esta em busca de outra identidade. Nao que voce tenha perdido a sua, mas sim esta em busca de algo mais. Para alcancar esses objetivos, eh preciso muita perseveranca. Quase toda a bagagem que voce traz de conhecimento, estudos, experiencia profissional, etc. tudo isso, aos olhos dos americanos, nao vale quase nada. Principalmente se voce nao tiver um ingles muito bom. Digo isso pela experiencia que estou passando. Tenho um longo caminho a percorrer para construir a minha identidade nesse pais. Meu ingles fraco e pobre de vocabulario me limita muito e me impede de mostrar quem eu sou e expressar de forma clara tudo o que penso. O ingles na vida real tem que ser rapido como um raio e agil como um felino. Ainda chego la. Estou aqui ha apenas 1 mes.

Mas, por enquanto, posso afirmar que nao sou apenas uma Au Pair. Sou uma Super Au Pair, com coragem e vontade suficiente para encarar tudo isso. E isso eh soh para os fortes.

Tenho dito. ;)

See you!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Soh pra comecar...


Quando criei o titulo do blog, me inspirei num livro do escritor frances Julio Verne: Volta ao Mundo em Oitenta Dias. Fiz essa escolha porque sonho viajar ao redor do mundo, mas como nao sou nenhum Phileas Fogg (o ingles ricao que fez a aposta que daria a volta ao mundo em oitenta dias) resolvi estender esse prazo para oitenta meses. Seis anos eh um tempo razoavel para realizar esse sonho. Enfim, gosto de ver e sentir coisas novas. Lugares, culturas, pessoas, comportamentos.

Atualmente moro na California e essa eh a minha segunda experiencia em terras estrangeiras. A primeira foi uma viagem de ferias para a Europa (que acho que pode render algumas postagens com dicas e historias). Agora vim para os Estados Unidos para passar 1 ano. Estou aqui ha 1 mes. Ainda me adaptando a nova vida de Au Pair. Que nao eh facil, diga-se de passagem. O primeiro grande obstaculo nessa empreitada eh a lingua: por mais que voce tenha uma base, lidar com outro idioma na vida real eh bem diferente. Outro desafio eh morar na casa de pessoas estranhas. Pra quem nao sabe, a Au Pair eh contratada para trabalhar como baba, morando na casa da familia. Enfim, isso eh assunto para muitas postagens. O objetivo desse blog nao eh soh falar sobre ser Au Pair, mas compartilhar experiencias diversas. Antes de sair do Brasil, prometi para a minha familia e meus amigos que faria um blog, para mante-los informados. Ca estou, cumprindo minha promessa.

O que esta me incomodando muito pra escrever eh esse teclado padrao americano. Nao consigo acentuar as palavras. Vou tentar descobrir se tem como.

Ja esta tarde. Vou dormir. Amanha tem um novo capitulo da minha novela de Au Pair. Cada dia uma nova descoberta. Algumas boas, outras nem tanto.

See you!